histórico de apresentações

Quer curtir esta e outras apresentações? Clique nos links abaixo e visite nosso canal no YouTube!

2018

7 de janeiro, 2018 11h
Igreja da Matriz, Mococa – SP
ECOS: Jornada juntos

Concerto Comunitário. Todas as obras de nossos concertos comunitários falam sobre união. Aqui, nós apresentamos peças que destacam duplas de instrumentos que ecoam as vozes uns dos outros, e celebramos nossa comunidade unindo jovens artistas e solistas.

David Popper [1843-1913]
Requiem op.66 [arranjo para seis violoncelos]

Bartholomew Lafollette, violoncelo
Giovanni Gnocchi, violoncelo
David Carrasco, violoncelo
Lucas Santos, violoncelo
Lucas Muramoto, violoncelo
Haziel Cândido, violoncelo

Wolfgang Amadeus Mozart [1756-1791]
Io ti lascio, oh cara, addio, K 621a

Matthew Rose, baixo
Músicos do Festival

Johann Sebastian Bach [1685-1750]

Concerto para dois violinos em ré menor BWV 1043
I.   Vivace
II.  Largo, ma non tanto
III. Allegro

Roman Simovic & Hanan Santos, violino
Alexandra Soumm & Bogdan Hudzelaits, violino
Tai Murray & Thierry De Lucas Neves, violino
Músicos do Festival

Improvisação sobre Chorinho

Gabriele Mirabassi, clarinete
Pedro Gadelha, contrabaixo
Músicos do Festival

Felix Mendelssohn [1809-1847]
Quinteto n.2 para cordas em si bemol maior op.87
I.   Allegro vivace
II.  Andante scherzando
III. Adagio e lento - attacca
IV. Allegro molto vivace

Tai Murray & Alexandra Soumm, violino
Asbjørn Norgaard & Jennifer Stumm, viola
Giovanni Gnocchi, violoncelo

8 de janeiro, 2018, 18h30
Confeitaria Itaiquara, Tapiratiba 

9 de janeiro, 2018 16h30
Serraria da Fazenda Ambiental Fortaleza

10 de janeiro, 2018 20h30
Igaraí - coreto

11 de janeiro, 2018 19h30
Caconde - praça da igreja

 

12 de janeiro, 2018 20h
MASP, São Paulo
SOUVENIR: Jornada de Inspiração

De uma ideia a outra. Souvenir segue caminhos de inspiração. De onde vêm as ideias? Nós olhamos para como os compositores emprestam uns dos outros, como Bartók fez com Ravel e Halvorsen com Haendel. Como Bach emprestou dele mesmo. Como as jornadas feitas quando jovens inspiraram uma coragem criativa, como Olivier Toni e Samuel Barber. E como o próprio lugar pode inspirar, como Florence no maior trabalho de câmara de Tchaikovsky.


Olivier Toni [1926]                                             
Recitativo IV para violino solo
Samuel Barber [1910-1981]                
Dover Beach op.3

Matthew Rose, baixo
Alexandra Soumm, violino solo
Nathan Amaral, violino
Abner Brasil, viola
David Carrasco, violoncelo

Johann Sebastian Bach [1685-1750]          
Invenções a três partes em sol menor e maior BWV 787-801
Georg Friedrich Haendel [1685-1759]
Sarabande, de Suíte em sol menor HWV 432
Haendel-Johan Halvorsen
Passacaglia, de Suite em sol menor HWV 432


Alexandra Soumm & Roman Simovic, violino
Jennifer Stumm & Asbjørn Norgaard, viola
Giovanni Gnocchi, violoncelo
Tom Poster, piano

Maurice Ravel [1875-1937]                  
“Blues” de Sonata para violino e piano
Bela Bartók[1881-1945]                                 
Contrastes para violino, clarinete e piano
I. Verbunkos
II. Piheno
III. Sebes

Tai Murray, violino
Gabriele Mirabassi, clarinete
Tom Poster, piano

Piotr Ilitch Tchaikóvski [1840-1893]                     
Souvenir de Florence, op.70
I. Allegro con spirito
II. Adagio cantabile e con moto
III. Allegretto moderato
IV. Allegro vivace

Roman Simovic & Alexandra Soumm, violino
Jennifer Stumm & Asbjørn Norgaard, viola
Bartholomew Lafollette and Giovanni Gnocchi, violoncelo
Pedro Gadelha, contrabaixo

13 de janeiro, 2018 15h
MASP, São Paulo
WINTERREISE: Jornada Solitária

Talvez o mais notável ciclo de canções já escrito, finalizado logo antes da morte de Schubert aos 31 anos, Winterreise é uma fascinante história contada em 24 músicas da jornada solitária de um homem – de amor perdido, da procura de significado e identidade, e da frieza de um mundo que não o entende. Uma história tão relevante hoje quanto na época em que foi escrita.

Franz Schubert [1797-1828]
Winterreise, D 911

Matthew Rose, baixo
Tom Poster, piano

13 de janeiro, 2018 20h
MASP, São Paulo
FRONTEIRA FINAL: Jornada de Amor

Fronteira Final é uma história de amor, vivida como uma jornada narrativa de “ele disse/ela disse” por meio de “Cartas Íntimas” e músicas que chegam a 400 anos.

Leos Janácek [1854-1928]                                
Carta Íntima 1: Andante (de Quarteto n. 2 “Cartas Íntimas”)

Ele disse:     
Robert Schumann [1810-1856]                                 
Widmung op.25 n.1

Leos Janácek                 
Carta Íntima 2: Adagio - Vivace

Estrelas diferentes
Karlheinz Stockhausen [1928-2007]                     
Sagittarius e Scorpio, de Tierkreis

Ela disse:
Nina Simone
[1933-2003]                                    
Wild Is the Wind

Ele disse:
Anônimo Francês (séc. XVII)
J'avais crû qu'en vous aymant

(Ela voou)
Ernest Chausson [1855-1899]                       
Decide, de Concerto para violino, piano e quarteto de cordas op.21

Leos Janácek                  
Carta Íntima 3: Moderato

Ele disse:
Improvisação sobre Separação

(Ele voou)
Leos Janácek
Carta Íntima 4: Allegro

O fim é também um começo
Richard Wagner [1813-1883]                         
Prelúdio de Tristão e Isolda  (Arr. Sebastian Gürtler)


Um beijo de despedida
 

Tai Murray, Roman Simovic, Alexandra Soumm, violino
Thierry De Lucas Neves, Nathan Oliveira, Hanan Santos, violino
Jennifer Stumm, Asbjørn Norgaard, viola
Giovanni Gnocchi, Bartholomew Lafollette, David Carrasco, violoncelo
Pedro Gadelha, contrabaixo
Gabriele Mirabassi, clarinete
Matthew Rose, baixo
Músicos do Festival

 

14 de janeiro, 2018 16h
MASP, São Paulo
PARA ONDE VAMOS? Jornada da Alma

A pergunta não respondida é sobre as jornadas espirituais e questões de nosso tempo. Quem somos nós? De onde viemos? Para onde vamos?

I. A Pergunta Não Respondida

Charles Ives [1874-1954]                                             
A pergunta não respondida

Gabriele Mirabassi, clarinete
Músicos do Festival

Arvo Pärt [1935]                                                
Frätres

Roman Simovic, violino
Tom Poster, piano

Georg Friedrich Haendel [1685-1759]      
De O Messias e Te Deum
     Before you know it, I will shake up sky and earth
     But who will be able to stand up to that day?
     Vouchsafe, Oh Lord.
     Why do nations so furiously rage together?

Matthew Rose, baixo
Músicos do Festival

II. “Venha, me dê sua mão

Maurice Ravel [1875-1937]                              
A valsa

Tom Poster, piano

Improvisação sobre Chorinho

Gabriele Mirabassi, clarinete
Pedro Gadelha, contrabaixo
Músicos do Festival

III. Eu estava cego, mas agora vejo

Paul Hindemith [1895-1963]                 
Ritmo furioso de Sonata op.25 n.1

Jennifer Stumm, viola

Ludwig Van Beethoven [1770-1827]
Heiliger Dankgesang (Canto de Graças) de Quarteto de cordas op.132

Músicos do Festival

Mais uma vez, o Ilumina voltou maior e melhor! Na sua terceira edição, foram dois concertos no MASP e dois concertos no interior de São Paulo, além de várias atividades comunitárias espalhadas ao redor da sede deste ano, na região de Mococa - todos lotados, é claro!

 


7 de Janeiro, 2017 20:00
MASP, São Paulo

“Té o sol raiar”

Eugène Ysaÿe (1858-1931)
“Aurora” da Sonata para Violino No. 5 opus 27

Claude Debussy (1862-1918)
Sonata para violoncelo e piano em Ré menor

Gabriel Fauré (1845-1924)
Quarteto No. 2 em Sol menor, opus 45

Robert Schumann (1810-1856)
Quinteto para Piano em Mi bemol maior, opus 44

Andrej Bielow, violino
Tai Murray, violino
Jennifer Stumm, viola
Giovanni Gnocchi, violoncelo
Johannes Rostamo, violoncelo
Cristian Budu, piano

 

8 de Janeiro, 2017 16:00
MASP, são paulo

"Foi a lua que me fez pensar"

Henry Purcell (1659-1695)  Preludio do Ato V do The Fairy Queen Z.629
Arcangelo Corelli (1653-1713) do Concerto Grosso em sol menor, op 6 no.8: Allegro, Adagio-Allegro-Adagio
Henry Purcell (1659-1695)  Preludio do Ato V do The Fairy Queen Z.629 à moda da casa

Johannes Brahms (1833-1897)
Adagio do Quinteto para Viola e Cordas, opus 115

Improvisações sobre Sombras:

George Crumb (n. 1929)  Do Makrokosmos I “Music of Shadows (para harpa eólica)” para Piano Amplificado
György Kurtag (n. 1926) Schatten (Sombras) de “Signs, Games and Messages” para Contrabaixo solo
George Crumb (n. 1929)  Do Makrokosmos I “Dream Images (Love-Death Music)” para Piano Amplificado
Johannes Bach (1685-1750) Largo da Sonata para Violino em Dó maior BWV 1005

Franz Schubert (1797-1828)
Trio para Piano em Mi bemol maior D. 897 “Nottorno”

Arnold Schoenberg (1874-1951)
Verklärte Nacht (Noite Transfigurada) para sexteto de cordas, opus 4
Tai Murray e Andrej Bielow, violinos
Jennifer Stumm e Abner Brasil, violas
Giovanni Gnocchi e Johannes Rostamo, violoncelos
Pedro Gadelha, contrabaixo
 

12 de Janeiro, 2017
Mococa (Igreja Matriz)

“Sonho que se sonha junto”

 

Georg Philipp Telemann
Fantasias Selecionadas for Violino Solo

Henry Purcell (1659-1695)
Seleções de The Fairy Queen Z.629

Antonio Vivaldi
Concerto para Dois Violoncelos em Sol menor, RV 531

Franz Schubert (1797-1828)
Quinteto para Cordas em Dó maior, D. 956

Todos os músicos do festival

 

13 de Janeiro, 2017
São José do Rio Pardo (Igreja Matriz)

“You are the one”

 

Franz Joseph Haydn (1732-1809)
Quarteto para cordas No. 63 em Si bemol maior, op 76 no. 4
Allegro con spirito

Ludwig van Beethoven (1770-1827)
Quarteto para cordas No. 4 em Dó menor, opus 18 no 4
Allegro ma non tanto

Dmitri Shostakovich (1906-1975)
Quarteto para cordas No 8 em Dó menor, opus 110
Largo
Allegro molto

Franz Schubert (1797-1828)
Seleções das Cinco Danças Alemãs, D. 90
No. 1 em Dó Maior
No. 5 em Dó Maior

Felix Mendelssohn
Quarteto para cordas No. 2 em Lá menor, opus 13
Adagio-allegro vivace

Arnold Schoenberg (1874-1951)
Verklärte Nacht (Noite Transfigurada) opus 4 para orquestra de cordas

Todos os músicos do festival

 

2016

 

8 de JANEIRO 2016
FAZENDA SERRINHA, Bragança Paulista, SP
A casa do festival em 2016 foi o palco de nosso concerto de abertura.

Ludwig van Beethoven (1770-1827)
Trio em Si Bemol maior, Opus 97 “Arquiduque"

Alexandra Soumm, violino
Giovanni Gnocchi, violoncelo
Cristian Budu, piano
Felix Mendelssohn (1809-1847)
Octeto em Mi bemol Maior, Opus 20

Tai Murray, Alexandra Soumm, Maressa Portilho, Nathan Amaral, violino

Julia Gartemann, Jennifer Stumm, viola
Giovanni Gnocchi, Guilherme Moraes, violoncelo
Joseph Conyers, contrabaixo

 

 

9 de JANEIRO 2016
IGREJA MATRIZ de Santo Antonio da Cachoeira, Piracaia, SP
iluminado céu do novo mundo

Francois Couperin  (1887-1959)
de Troisième leçon de tènébres pour le mercredi saint: I Yod

Johann Sebastian Bach (1685-1750)
de Cantata 140: Despertai, chama-nos a voz, BWV 645

Francois Couperin
de Troisième leçon de tènébres pour le mercredi saint: VI Jerusalem

Johann Sebastian Bach
Nun freut euch, lieben Christen g'mein, BWV 734

Paul Hindemith (1895-1963)
Sonata para viola e piano, op 11 no. 4

Anton Webern (1883-1945)
Langsamer Satz para cordas

Franz Joseph Haydn (1732-1809)
As Sete Últimas Palavras de Cristo, op 51 para quarteto de cordas

 

 

10 de JANEIRO 2016
Auditório MASP Unilever, São Paulo, SP
isto tudo é pra você

O Ilumina criou um dia inteiro de música clássica no MASP, incluindo o concerto de encerramento, eventos pop-up no vão livre, e até um concerto no meio da Avenida Paulista!

DIA DA MÚSICA DA CÂMARA

Nico Muhly (1981-)
Drones

Luigi Boccherini (1843-1805)
La Musica Notturna delle Strade di Madrid, op 30 no 6

Frédéric Chopin (1810-1849)
Prélude No.12 em Sol sustenido, op. 28

Pizzicato: Béla Bartók (1881-1945)
de Quarteto No. 4: Allegretto pizzicato

Frédéric Chopin
Prélude No. 3 em Sol Maior, op 28

Pizzicato: Maurice Ravel
de Quarteto em Fa maior: Assez-vif – Très rythmé

Frédéric Chopin
Prélude No.15 em Re bemol, op. 28

Johannes Brahms (1833-1897)
Quinteto no. 2 em Sol maior, op. 111 para cordas

 

2015

O Ilumina nasceu, a partir de um investimento radical de tempo, espírito e recursos de um grupo de pessoas que decidiu mudar o futuro, um músico por vez. Obrigado a todos.

4 de JANEIRO 2015
IGREJA MATRIZ de São Bento do Sapucaí, SP
amanhecer

 

Thomas Adès (*1971)                    
Darknesse Visible

George Fridric Handel(1685-1759)  
 “As with rosy steps the morn” from Theodora HWV 68

Bright Sheng (*1955)
The Stream Flows for viola solo

Marcos Balter (*1974)
Vision Mantra for String Trio

Ralph Vaughan Williams (1872-1958)
The Lark Ascending
Arrangement for solo violin and String Quintet by Martin Gerigk


Franz Schubert (1797-1828)
Piano Quintet in A Major, D. 667 “Trout”


 

7 de JANEIRO 2015
IGREJA MATRIZ de São Bento do Sapucaí, SP
a alma do choro

 

Heitor Villa Lobos  (1887-1959)

from Two Chôros bis W227: Moderé
 

Dmitri Shostakovich (1906-1975)

from Five Pieces for Two Violins and Piano: Gavotte
 

Heitor Villa Lobos

Chôros 2, W198 for piano
 

Dmitri Shostakovich

from Five Pieces for Two Violins and Piano: Waltz
 

Gioachino Rossini (1792-1868)

From Duetto in D Major for Violoncello and Bass: Allegro

Anton Arensky (1861-1906)

String Quartet No. 2 in a minor opus 35

 

Heitor Villa Lobos  (1887-1959)

From Ciclo Brasileira W 374: Impressões seresteiras
 

Johannes Brahms (1833-1897) 

Piano Quartet No. 3 in c minor, opus 60

 

8 de JANEIRO 2015
Auditório Dr. Além, Campos do Jordão, SP
o futuro está aqui

Heinrich Ignaz Franz von Biber

Battalia (the Battle) a 10 in D major


Osvaldo Golijov (born 1960)

Tenebrae for String Orchestra
 

Johannes Brahms (1833-1897)

Sextet No. 2 in G Major, opus 36